Tocantins, 10 de dezembro de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Siqueira e Marcelo depõem em operação da PF que investiga pontes superfaturadas

06/03/2018 12h37

Operação 'Pontes de Papel' apura desvio de dinheiro em construção de obras públicas;
Ex-governador Siqueira Campos também foi intimado para prestar depoimento.


Operação é realizada em quatro estados e no Distrito Federal. Ex-governador Siqueira Campos e Marcelo Miranda são alvos nas investigações.

A Operação 'Pontes de Papel' da Polícia Federal cumpre, nesta terça-feira (6), mandados de intimação e de busca e apreensão no Tocantins, Goiás, Bahia, Mato Grosso e Distrito Federal. Segundo a PF, o objetivo é combater uma organização criminosa que atuava dentro do Governo do Tocantins e é suspeita de desviar recursos destinados à execução de obras públicas e construção de pontes e rodovias no estado.

Os valores gastos pelo estado nas obras investigadas chegaram a R$ 1,4 bilhão. A suspeita é que 30% dessa quantia foram desviados. Cerca de 160 policiais federais cumprem 59 mandados judiciais, sendo 31 de intimação e 28 de busca e apreensão.

Segundo a polícia, a investigação começou depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) pediu para que a Polícia Federal apurasse os dados relacionados a superfaturamento e ordens de pagamentos emitidas em determinados contratos.

As investigações apontam que nas fraudes há o envolvimento de três núcleos, sendo um composto por políticos, outro por empresários e outro de servidores públicos e funcionários, incluindo membros da comissão de licitação, fiscais, diversos comissionados e funcionários de empresa.

O nome da operação faz referência a construção de inúmeras pontes que não passaram de “papel”, tendo em vista a inexecução das obras.

SIQUEIRA

O ex-governador Siqueira Campos (DEM) prestou depoimento nesta manhã. 
O ex-governador Siqueira Campos informou, em nota, que está sempre à disposição da Justiça para prestar os esclarecimentos que forem necessários. Ainda segundo a nota, ele sempre cumpriu seu dever de governador ao buscar recursos para investimentos no Estado, mas jamais foi ordenador de despesas, gestor de contrato ou responsável por medições de responsabilidade técnica.

MARCELO

O governador do Tocantins Marcelo Miranda (MDB) chegou à sede da Polícia Federal, em Palmas, para prestar depoimento, no fim desta manhã. Ele tinha sido intimado durante a operação ‘Pontes de Papel’, mas não estava na cidade.
O pai de Marcelo também é alvo da operação, mas ainda não se apresentou.
A assessoria do governador informou que ele vai colaborar com as investigações.

DESVIO

Os valores gastos pelo estado nas obras investigadas chegaram a R$ 1,4 bilhão. A suspeita é que 30% dessa quantia foram desviados.
Cerca de 160 policiais federais cumpriram 59 mandados judiciais, sendo 31 de intimação e 28 de busca e apreensão no Tocantins, Goiás, Bahia, Mato Grosso e Distrito Federal.

Segundo a polícia, a investigação começou depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) pediu para que a Polícia Federal apurasse os dados relacionados a superfaturamento e ordens de pagamentos emitidas em determinados contratos.

As investigações apontam que nas fraudes há o envolvimento de três núcleos, sendo um composto por políticos, outro por empresários e outro de servidores públicos e funcionários, incluindo membros da comissão de licitação, fiscais, diversos comissionados e funcionários de empresa.
(Com informações do G1 TO)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Enquete

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE 'CRIME PERFEITO' ?

Mais vídeosVideo Mira

7 de Dezembro de 2018 - Miracema do Tocantins Capital por Um Dia

Comente

  • Indignado
    28/11/18 11h37
    Acorda povo de Miracema e região. Tirem a bunda do sofá e se mexam. Acordem e olhem em sua volta. É um absurdo o que...
  • José Oliveira Martins
    17/10/18 09h17
    Não sei se cabe aqui minha pergunta. Outrossim vou perguntar: "Como se encontram as investigações do assassinato...
  • Dona Zilma
    08/09/18 18h40
    poise ze carlo moisés em pouco tempo fez muto por miracema, a policia p´recisa logo descobrir quem fez isso, o senhor...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.