Tocantins, 16 de setembro de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Política

Câmara de Miracema atende Família Costa e rejeita ‘homenagem’ de Saulo para Moisés

20/08/2019 08h04

Foto: DJ Leo Santana Sessão da Câmara Municipal no Palácio Prefeito Moisés Costa da Silva
Familiares do ex-prefeito assassinado dizem que não foi consultada e entende o ato como provocação

O Projeto de Lei (PL) do Executivo protocolado no último dia 13 na Câmara Municipal da primeira capital do Estado, que dá o nome de Moisés Costa da Silva a uma quadra poliesportiva a ser reinaugurada na Praça Diogo Jardim, foi rejeitado por seis dos onze vereadores de Miracema do Tocantins na noite desta segunda-feira, 19.

O PL encaminhado a Câmara Municipal, tem como justificativa do prefeito Saulo Milhomem/PRTB, “Esta é, pois, uma forma simples de prestarmos uma homenagem a quem só praticou o bem em sua vida, dando o seu honroso nome a Quadra Poliesportiva que será inaugurada na Praça Diogo Jardim, cidade de Miracema do Tocantins que ele tanto serviu”.

Colocado em pauta pelo presidente da Câmara, vereador Edilson Tavares/MDB, o PL antecedeu a leitura de um oficio assinado por José Luiz Costa da Silva, irmão caçula do falecido prefeito ora homenageado, manifestando repúdio e recusando a indicação do nome de Moisés á quadra reformada.



Segundo José Luiz ressaltou ao mirajornal.com, a viúva Camila Fernandes e os irmãos de Moisés reunidos, decidiram recusar a ‘homenagem’ por achar tratar-se de uma ofensa, citando como exemplo entrevista na rádio comunitária da cidade. “A rejeição á ‘homenagem’ se dá diante de todo o histórico de atos e omissões praticados pelo atual gestor em relação ao nome, á história e á imagem do ‘homenageado’, o qual tem se reportado á pessoa de Moisés Costa da Silva de forma ofensiva...”, escreveu José Luiz Costa, acrescentando que “... medidas de perseguição, como o caso de demissões de familiares e amigos próximos sem qualquer motivo...”. Por fim o oficio desabafa que “A ‘homenagem (...) soa mais como provocação, como deboche e como uma tentativa ardil de manobrar a opinião pública em seu favor, usando um momento de dor e sofrimento para a família,...”

Após longa e apreensiva discussão entre vereadores das bancadas de oposição e situação, o presidente determinou a votação, quando o PL 010/2019 foi rejeitado por 6 votos a 5. Votaram a favor da propositura os vereadores Pedro da Farmácia/PRB, Cirilo Douglas/PRP, Branquinho do Araras/PT, Irmão Didan/PSB e Adilson do Correntinho/PV. Contra o projeto votaram Natan Fontes/MDB, Maria Bala/PSL, Nasci da Ótica/PSD, Dr. Ricardo/PSD e Núbio Gomes/PSD. Com empate, o voto minerva efetuado pelo presidente da Casa, Edilson Tavares/MDB estabeleceu a rejeição do PL.
(Da Redação/MIRA Jornal)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

QUEM MATOU MOISÉS? (Um Ano Depois)


No dia 30 de agosto de 2018, o então prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés da Sercon, foi encontrado morto dentro de seu carro com um tiro na cabeça.

Inusitada Produções

Comente

  • José Professo
    12/09/19 09h34
    Incrível como os ditados antigos fazem eco até nos dias atuais. "Os iguais se protegem a todo custo doa onde...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h35
    Um ano sem um grande amigo Moisés, hoje tem a mesma pergunta Quem matou o Moisés? esta difícil de achar o culpado,...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h28
    Vai começar a caça aos pobre, não quero você, e sim o seu voto, e Miracema, tem muitos desses falsos políticos.
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.