Tocantins, 13 de agosto de 2020 - Mira Jornal - 00:00

Política

Vencedores da eleição suplementar em Lajeado serão diplomados nesta quarta-feira (11)

10/12/2019 12h45

Foto: Divulgação Antônio Junior foi eleito o prefeito de Lajeado
Antônio Luiz Bandeira Júnior (PSB) e José Edival Gomes Alves, eleitos prefeito e vice respectivamente, ficaram com 77,08% dos votos válidos. Diplomação será em Miracema do Tocantins.

Antônio Luiz Bandeira Júnior (PSB) e José Edival Gomes Alves, que venceram a eleição suplementar para os cargos de prefeito e vice de Lajeado, respectivamente, serão diplomados nesta quarta-feira (11). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a cerimônia está prevista para ocorrer às 15h no salão do Júri do Fórum da Comarca de Miracema do Tocantins. O pleito foi realizado no dia 1º deste mês.

Os eleitos tiveram 1.779 votos válidos, o que corresponde a 77,08%. O outro candidato, Antônio Alves Oliveira (PSL), o Toninho da Brilho, teve o registro de candidatura indeferido e concorreu sub judice após apresentar recurso. Os votos dele não serão divulgados.

A cerimônia será aberta ao público. O juiz eleitoral da 5ª Zona Eleitoral Marcello Rodrigues de Ataídes entregará os diplomas aos eleitos que cumprirão mandato até 31 de dezembro de 2020. A posse será realizada pelo presidente da Câmara Municipal de Lajeado.

Cassação
A nova eleição foi convocada após o prefeito Tércio Dias Melquiades Neto (PSD) ser cassado. A cassação foi motivada por acusações de que ele e o vice, Gilberto Borges (PSC), foram beneficiados com um esquema que envolvia compra de votos nas últimas eleições municipais ocorridas em 2016. Os dois negam as acusações e recorreram da condenação.

Tércio Dias chegou a anunciar a intenção de concorrer na eleição suplementar, mas não teve sucesso e acabou precisando renunciar à candidatura.
(Do G1TO)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

O presidente Jair Bolsonaro foi denunciado neste domingo (26) por crimes contra a humanidade e genocídio no Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia

TRIBUNAL DE HAIA: ENTENDA COMO FUNCIONA A CORTE QUE PODE JULGAR BOLSONARO


Comente

  • Zilmar
    10/08/20 09h18
    A verdade não pode ficar calada é "Cada povo tem o governo que merece". Entenda-se: governos federal...
  • Joelma de Assis
    04/08/20 20h41
    Quero parabenizar esse importante portal de noticias de Miracema. Acabei de ler a reportagem sobre Kamilla, filha do...
  • José Professor
    24/07/20 15h58
    Zilmar, me desculpe, não é corrigindo e sim informando. De acordo com a Lei o Vice é leito sim pois o voto é agregado...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.