Tocantins, 20 de novembro de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Policia

Atlas da Violência mostra crescimento de 152% no número de homicídios no TO

06/06/2018 07h14

Dados levam em consideração crimes registrados entre 2006 e 2016. Tocantins tem uma taxa de 37,6 mortes a cada 100 mil habitantes; entenda.
O Tocantins teve um crescimento de 152% no número de homicídios entre 2006 e 2016. Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (5) no Atlas da Violência 2018. Pela primeira vez na história, o Brasil atingiu a taxa de 30 assassinatos para cada 100 mil habitantes. O levantamento é elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com dados do Ministério da Saúde.

Segundo o levantamento, foram 229 assassinatos no Tocantins em 2006. Dez anos depois, o número saltou para 577. Em 2016, a taxa de mortes ficou em 37,6 pessoas a cada 100 mil habitantes.

Dos 577 homicídios registrados naquele ano no estado, 312 foram cometidos por armas de fogo. A maioria das vítimas é de jovens entre 15 e 29 anos do sexo masculino. No Tocantins esse grupo representa 67,4% das vítimas.

Um dado igualmente alarmante é o crescimento da quantidade de crimes envolvendo vítimas do sexo feminino: de 22 em 2006 para 45 em 2016. O crescimento foi de 104,5% nos dez anos.

Mortos pela polícia
Outro ponto de alerta no estado é o crescimento de mortes decorrentes de intervenções policiais. Se em 2006 foram registradas somente dois casos oficialmente, em 2016 esse número chegou a 11 vítimas.

Em 2018, segundo levantamento feito pelo G1, pelo menos 16 homens foram mortos pela polícia nos cinco primeiros meses do ano. Um dos casos de maior repercussão foi o do jovem Wilque Romano da Silva, de 19 anos. Ele foi morto em Formoso do Araguaia e um vídeo feito por moradores mostra os PMs mexendo na cena do crime.
A Polícia Militar foi questionada sobre os números, mas ainda não apresentou resposta.

Índice nacional
Pela primeira vez na história, o Brasil atingiu a taxa de 30 assassinatos para cada 100 mil habitantes, em 2016, segundo o Atlas da Violência 2018, com base em dados do Ministério da Saúde. Com 62.517 homicídios, a taxa chegou a 30,3, que corresponde a 30 vezes a da Europa. Antes de 2016, a maior taxa havia sido registrada em 2014, com 29,8 por 100 mil habitantes.

Segundo o estudo, elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, nos últimos dez anos, 553 mil pessoas perderam a vida vítimas de violência no Brasil. Em 2016, 71,1% dos homicídios foram praticados com armas de fogo.
(Do G1TO)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

ONU Brasil lança documentário sobre o Dia da Consciência Negra

Considerado o maior herói negro nacional, Zumbi dos Palmares é figura presente na história do Brasil. O dia 20 de novembro, feriado nacional, é um convite para relembrar a luta pela libertação dos escravos e para refletir sobre os avanços e desafios da população negra no Brasil. Confira neste documentário, parte da Década Internacional de Afrodescendentes da ONU.

Comente

  • José Oliveira Martins
    17/10/18 09h17
    Não sei se cabe aqui minha pergunta. Outrossim vou perguntar: "Como se encontram as investigações do assassinato...
  • Dona Zilma
    08/09/18 18h40
    poise ze carlo moisés em pouco tempo fez muto por miracema, a policia p´recisa logo descobrir quem fez isso, o senhor...
  • Joel da Silva
    12/08/18 10h02
    Parabéns prefeito moisés, por não dar a desculpa q não faz nada porque tava arrumando a casa. Foi lá e fez
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.