Tocantins, 21 de agosto de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Policia

Motorista lembra assalto à casa de prefeito e diz que 10 reféns foram colocados em banheiro

08/02/2018 12h29

Durante roubo, João Mascarenhas e o político Manoel Silvino (SD) reagiram e foram baleados. Vítima falou pela primeira vez após sair do hospital.

Se recuperando em casa, o motorista João Mascarenhas, 53 anos, baleado durante um assalto à casa do prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino (SD), lembra o que aconteceu no dia. Segundo ele, todos na casa se preparavam para festejar, mas foram surpreendidos por homens armados.

O caso aconteceu no último domingo (4), no dia do aniversário do político, que também levou um tiro. Quatro dias depois, o motorista disse que está bem e falou pela primeira vez sobre o caso. Ele disse que 10 pessoas foram feitas reféns e colocadas dentro de um dos banheiros da casa.

Eram 5h20 da manhã. Mascarenhas e o prefeito saíram de Tocantínia para fazer compras em um supermercado em Palmas. O objetivo era comprar alimentos para fazer um almoço em comemoração aos 58 anos de Silvino.

Eles voltaram três horas depois e perceberam que a casa tinha sido invadida por criminosos.

"Chegamos e vimos que o carro estava com o porta-malas aberto. Além disso, o frigobar estava na garagem. Pensamos que a funcionária tinha retirado para fazer a limpeza. Quando entramos, nos deparamos com bandidos armados na sala. O prefeito reagiu para tomar a arma de um deles e eu parti pra cima dos outros dois para nos proteger. Mas eles conseguiram nos conter e nos colocaram dentro de um quarto. Tentamos reagir novamente e eles atiraram", relatou o motorista.

O prefeito levou um tiro na barriga. Ele passou por cirurgia e segue internado num hospital particular da capital. Já Mascarenhas foi atingido no lado direito do peito. Ele não precisou passar por cirurgia e saiu do hospital no dia seguinte.
O motorista relata ainda, que depois dos tiros os criminosos fugiram. "A nossa preocupação era com as pessoas que tinham ficado na casa. Saímos procurando de quarto em quarto, até que encontramos todos dentro de um banheiro".

No local, estavam a mulher e os três filhos do prefeito. Também estavam a funcionária e o filho, além do ex-prefeito de Santa Fé do Araguaia, que estava amarrado, a mulher dele e os dois filhos. "Eles estavam gritando, mas falamos que não precisavam porque os bandidos tinham fugido".

Logo em seguida, Mascarenhas disse que saiu para procurar ajuda. No momento, um amigo da família passava pela rua da casa e ele deu socorro às vítimas.

“Eu fiquei no Hospital Regional de Miracema até a manhã de segunda”, contou.

Mascarenhas disse que esta foi a primeira vez que ele passou por esse tipo de situação, mas está agradecido por estar vivo. “O meu peito direito só está meio inchado e estou tomando alguns remédios, mas Deus é grande. Estamos bem”, finalizou.

Prisão
A polícia prendeu dois dos três suspeitos do assalto. O primeiro identificado como Mateus Carvalho da Silva, de 18 anos, foi capturado na noite de domingo. Os militares que faziam as buscas o viram saindo de um matagal perto da ponte que liga Miracema do Tocantins a Lajeado, onde o carro usado durante a ação foi abandonado.

O segundo suspeito, de 18 anos, e de nome não informado, foi preso na segunda-feira (5) às margens da TO-010, perto de Lajeado. Os dois estão presos na cadeia de Miracema. O terceiro assaltante segue foragido.
(Do G1TO)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Mattos Nascimento - O Sonho de José

Dia 24 de agosto - Dia do Evangélico - Miracema do Tocantins, primeira capital do Estado.

Comente

  • Jonas
    25/07/18 18h50
    Parabenizo a equipe deste conceituado veiculo pelas noticias completas e explicativas, fato incomum em outros veiculos
  • Miracemense
    16/06/18 10h37
    Bom dia! Gostaria de saber cadê as duas ambulâncias que o Deputado Junior Evangelista prometeu para o Hospital de...
  • jose maciel gomes
    09/06/18 23h27
    aqui em bernardo sayao um vereador pedro dos santos esta vendendo gasolina clandestina no valor de 10,00 litro
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.