Tocantins, 18 de outubro de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Ex-prefeito de Porto Nacional tem direitos políticos suspensos após ser condenado por nepotismo

10/10/2019 17h31

Foto: Divulgação Otoniel Andrade foi prefeito de Porto Nacional
Irregularidades teriam ocorrido durante a gestão de Otoniel Andrade. Ele nomeou uma sobrinha como diretora na Secretaria de Saúde e pai e filho para trabalharem juntos na pasta da habitação.

O ex-prefeito de Porto Nacional Otoniel Andrade Filho foi condenado pelo prática de nepotismo quando esteve a frente da prefeitura, entre 2013 e 2016. As acusações eram de que ele teria nomeado uma sobrinha como diretora na Secretaria de Saúde e pai e filho para trabalharem juntos na pasta da Habitação e Meio-Ambiente. O político e os outros três envolvidos perderam os direitos políticos por cinco anos.

Além da suspensão de direitos, eles também ficam impedidos de contratar com o poder público e terão que pagar multa de quatro vezes o valor do salário que recebiam.

O ex-prefeito Otoniel Andrade negou que tenha cometido qualquer ato de nepotismo. Disse que a sobrinha contratada na Secretaria de Saúde respondia a um fundo da pasta e não à prefeitura e informou que não é parente das duas pessoas contratadas para a Secretaria de Habitação. Afirmou ainda que se trata de uma interpretação errônea do Ministério Público e que acredita que o processo tenha sido movido para prejudicá-lo nas eleições. Informou também que vai recorrer.

Esta é a segunda condenação em que Otoniel Andrade tem os direitos políticos suspenso este ano. Em agosto, ele foi considerado culpado em um processo em que era acusado de ceder imóveis públicos na cidade para empresas privadas sem realizar licitações. Sobre esta acusação, o ex-prefeito afirmou que fez a licitação e que todo o processo foi aprovado na Câmara de Vereadores.

A decisão sobre o caso de nepotismo é do dia 10 de setembro, mas só se tornou pública nesta quinta-feira (10). Não há informações sobre se o ex-prefeito recorreu da medida. A sentença é do juiz Adriano Gomes de Melo Oliveira e a denúncia foi feita pelo promotor de Justiça Vinícius de Oliveira e Silva, do Ministério Público Estadual.
(Do G1TO)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Hino ao Tocantins - (Genésio Tocantins)

Tocantins, 31 anos!
 

Homenagem: mirajornal.com / miratocantins.com.br

Comente

  • Elisangela Fagundes
    15/10/19 12h18
    E a construção do supermercado?o lote que foi doado pela a prefeitura, que fez sua parte e os responsáveis? o rapaz...
  • José Professor
    13/10/19 08h14
    Fico a matutar e a conversar com meus botões a respeito do silencio sepulcral dos eleitores mais conscientes de nossa...
  • José Professor
    27/09/19 08h30
    Com a proximidade de novos embates políticos rumo aos cargos de alcaide e edis de nossa Miracema, pelo menos para os...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.