Tocantins, 16 de setembro de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Policia

Polícia Civil desarticula organização criminosa suspeita de praticar assaltos a propriedades rurais no interior do Estado

03/09/2019 16h00

Foto - Delegacia de Polícia Civil de Colmeia Sugestão de legendas; Homens são presos pela Polícia Civil por suspeitas de assaltar fazendas no interior do Estado
A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia Civil de Colmeia, desarticulou na manhã desta terça-feira, 3, uma associação criminosa especializada em roubos a fazendas na região dos municípios de Colmeia, Brasilândia, Gurupi e Presidente Kennedy.

De acordo com o delegado Roberto Assis, a associação criminosa se utilizava de armas de fogo e, mediante estrema violência e grave ameaça, amarrava os caseiros e moradores das propriedades rurais e roubava carros, joias, dinheiro, motosserras dentre outros objetos. Durante as ações policiais foram presos P. H. B. S, de 30 anos, J. P. S., de 19 anos e R. B. S., irmão de P.H.B, de 21 anos. Os presos são suspeitos de participação em vários roubos a fazendas e com uso de armas de fogo.

Após as investigações da equipe da Delegacia de Colmeia, houve êxito na comprovação da autoria do roubo cometido pelos investigados há seis meses no distrito de Goiani dos Campos, localizado no município de Colmeia. Desse modo, os policiais civis localizaram o paradeiro de J.P.S, que estava em Presidente Kenedy e efetuaram sua prisão. Outra equipe, que já estava em Colinas do Tocantins, capturou P.H.B, e, posteriormente, cumpriu mandado de prisão em desfavor de R.B.S, o qual já se encontrava preso na Casa de Prisão Provisória de Guaraí pela prática de outro crime.

Durante o cumprimento das ordens judiciais, os policiais civis encontraram em poder de J. P. S. uma arma de fogo, modelo carabina calibre 38 e em posse de P. H. outra carabina calibre 44. Dessa maneira, ambos também foram presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os indivíduos foram recolhidos à Cadeia Pública de Colmeia, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

O delegado Roberto Assis, pontua que os suspeitos agem com muita violência e são suspeitos de terem cometido vários roubos a pessoas e no comércio. Ele solicita à população de Colmeia, Presidente Kennedy e região que compareça até a Delegacia para eventual reconhecimento dos suspeitos. “Tal atitude é fundamental manter a prisão dos envolvidos”, ressalta o delegado.
(Da AscomSSP TO/Rogério de Oliveira)



   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

QUEM MATOU MOISÉS? (Um Ano Depois)


No dia 30 de agosto de 2018, o então prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés da Sercon, foi encontrado morto dentro de seu carro com um tiro na cabeça.

Inusitada Produções

Comente

  • José Professo
    12/09/19 09h34
    Incrível como os ditados antigos fazem eco até nos dias atuais. "Os iguais se protegem a todo custo doa onde...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h35
    Um ano sem um grande amigo Moisés, hoje tem a mesma pergunta Quem matou o Moisés? esta difícil de achar o culpado,...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h28
    Vai começar a caça aos pobre, não quero você, e sim o seu voto, e Miracema, tem muitos desses falsos políticos.
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.