Tocantins, 19 de março de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Política

Câmara de Miracema atende TCE e rejeita contas do exercício 2014 de Magda Borba/PSD

11/03/2019 23h37

Fotos: Léo Santana
Com duas ausências, parecer pela rejeição foi aprovado por 6 a 3.

Irredutível no cumprimento do Regimento Interno da Casa o presidente Edilson Tavares/MDB fez valer o exercício soberano da Mesa Diretora e colocou em votação o Parecer que rejeitava as contas referentes ao exercício de 2014 da ex-prefeita Magda Régia Silva Borba/PSD.



Os vereadores Nasci da Ótica e Núbio Gomes, ambos também eleitos pelo PSD, e ainda o colega Cirilo Douglas/PRP, que votaram contra o Parecer, defendiam um novo adiamento da votação, justificado por um requerimento da advogada da ex-gestora anexado a uma declaração do hospital onde o pai estava internado desde sexta-feira, dia 8.

Após exaustivo debate, quando os três vereadores, somados ao líder do prefeito na casa, vereador Pedro da Farmácia/PRB, queriam que a presidência colocasse em votação o requerimento da defesa, o presidente Edilson Tavares perseverou arquivando o Requerimento e manteve a votação do Parecer, determinando ao secretário da Mesa Natan Fontes/MDB a leitura de todo o processo, incluindo a decisão do TCE, do Parecer, do Relatório de Defesa e do Projeto de Decreto Legislativo 001/2019 que dispõe sobre a rejeição das contas.

O presidente ainda convidou Magda Borba para considerações e determinou a leitura do Requerimento de Adiamento do Julgamento, assinado pela advogada de defesa Lilian Abi-jatidi Brandão.

Após a leitura de sua autodefesa, Magda Borba pediu aos vereadores que levassem em consideração sua defesa, falou sobre o prejuízo emocional e na função onde trabalha no caso de suas contas serem rejeitadas e atribuiu “Tudo que foi feito na minha gestão foi autorizado pela Câmara Municipal”.

Por fim, após o ‘grande expediente’ quando os vereadores tiveram oportunidade de discutir a pauta, o presidente deu inicio a votação do Parecer, de forma nominal e aberta.

Por ordem alfabética, o primeiro voto foi do vereador Adilson do Correntinho/PV, atual vice-presidente da Mesa. Em seguida Cirilo Douglas votou contra a rejeição das contas da ex-gestora. O presidente da Casa, vereador Edilson Tavares e em seguida o vereador Branquinho do Araras/PT votaram pela rejeição. Nasci da Ótica confirmou seu voto já proferido no púlpito, aprovando as contas de Magda Borba, assim como o edil Núbio Gomes que também aprovou as contas de 2014 da ex-prefeita. Concluindo a votação, o líder do prefeito na Câmara, Pedro da Farmácia decidiu acompanhar o Parecer, decisão acompanhada também pelo vereador Dr. Ricardo Rocha, membro da Comissão que elaborou o Parecer que ratificou sua aprovação.

O resultado final, considerando as ausências dos vereadores Irmão Didan/PSB e Maria Bala/PSL, ficou estabelecido em 6 votos para a aprovação do Parecer que rejeita as contas de 2014, contra 3 que votaram pela aprovação das contas da ex-prefeita Magda Borba.



Proclamado o resultado, o presidente Edilson Tavares encerrou a sessão, agendando a próxima para o dia 18 de março, quando se comemora o ‘Dia da Autonomia do Tocantins’.
(Da Redação/MIRA Jornal)
 

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

ISSO É AMOR - Carlos Heleno || Official Lyric Video


Carlos Heleno

Gravado na frequência de 432hz
• Veja também o Lyric NUVEM DE GLÓRIA: https://youtu.be/Uy1E9tIXXdI
• Inscreva-se no canal: http://bit.ly/2FWyMIe 

Comente

  • José Oliveira Martins
    15/03/19 16h25
    "Concessão de porte de arma sobe 381% em 5 anos e bate recorde após estatuto. O número de portes de arma...
  • José Oliveira Martins
    15/03/19 08h15
    Atos em diversas cidades do País cobraram respostas sobre mandante (s) do assassinato de Marielle. Aqui também quanto...
  • José Oliveira Martins
    13/03/19 08h27
    Se está cortando é por não precisar:" Governo corta 21 mil cargos e gratificações Decreto extingue 17,5 mil...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.