Tocantins, 21 de agosto de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Policia

Polícia Civil do Tocantins prende em Goiás homicida acusado de executar colombiano e captura no Maranhão suspeito de cometer latrocínio e ocultação de cadáver

02/08/2018 08h07

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Gurupi efetuou, na tarde desta quarta-feira (1º) a prisão de Manoel Henrique Correia Pires na cidade de Senador Canedo/GO.


Foto SSP TO - Divulgação


Manoel Henrique

Ele é o principal suspeito de assassinar o colombiano JhowinHolguin Rodrigues, fato ocorrido no dia 21 de março de 2018, em um bar de Gurupi e foi capturado, por policiais civis comandados pelo Delegado Hélio Domingos de Assis Pereira, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pelo juízo criminal da Comarca de Gurupi.

Conforme o Delegado, após executar a vítima, a mando Joaquim Ribeiro vulgo "Beguel" e sua filha Helena Martins Ribeiro, o autor fugiu para o Estado de Goiás sendo localizado na data de hoje, após 4 meses de investigação.

Segundo o delegado titular da DHPP/Gurupi, às investigações progrediram e foi possível colher provas robustas contra Manoel Henrique, que já foi denunciado pelo Ministério Público Estadual em razão da prática do homicídio qualificado.
Este é o último dos 4 envolvidos no homicídio que vitimou Jhowin Holguin Rodrigues, na data de 21/03/2018, crime ocorrido na Avenida Perimetral, setor Vila Nova, Gurupi/TO.

No momento da prisão, Manoel confessou aos investigadores detalhes do crime, indicando qual a participação de cada um dos envolvidos. Os quatro indiciados foram capturados mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva e devem continuar na prisão até o julgamento pelo Tribunal do Júri. 

PC também captura no Maranhão suspeito de cometer latrocício e ocultação de cadáver 

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Polícia de Araguacema, com apoio irrestrito da Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia Regional de Imperatriz, capturou nesta terça-feira, (31), Iury Mendes Soares, o qual é indiciado como o autor do Latrocínio que vitimou o vendedor Adalton Bandeira da Silva, morto no dia 27/04/2018 no Assentamento Santa Clara, zona rural de Araguacema, cujo corpo foi encontrado às margens do Rio Piranhas, na divisa de Araguacema com o município de Dois Irmãos.

Foto SSP TO - Divulgação


Iury Mendes

Conforme o Delegado José Lucas Mello, o serviço de inteligência da Delegacia de Araguacema após levantar informações a respeito do paradeiro de Iury, o qual estava foragido desde o dia dos fatos, solicitou apoio à Delegacia Regional de Imperatriz para o cumprimento do mandado de prisão expedido pela Poder Judiciário de Araguacema.

Desta maneira, os policiais civis do Tocantins e do Maranhão localizaram o paradeiro do indivíduo e efetuaram a prisão do indivíduo. Com a prisão de Iury, a Polícia Civil traz à sociedade uma resposta pelo nefasto crime praticado.

Ainda segundo o Delegado, trata-se de um indivíduo de extrema periculosidade e já responde a uma tentativa de homicídio e, atualmente encontra-se preso no Estado do Maranhão, e posteriormente deverá ser encaminhado ao Estado do Tocantins para que possa responder pelos crimes que lhe são imputados.  
(Da SSP-TO/Rogério de Oliveira)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Mattos Nascimento - O Sonho de José

Dia 24 de agosto - Dia do Evangélico - Miracema do Tocantins, primeira capital do Estado.

Comente

  • Jonas
    25/07/18 18h50
    Parabenizo a equipe deste conceituado veiculo pelas noticias completas e explicativas, fato incomum em outros veiculos
  • Miracemense
    16/06/18 10h37
    Bom dia! Gostaria de saber cadê as duas ambulâncias que o Deputado Junior Evangelista prometeu para o Hospital de...
  • jose maciel gomes
    09/06/18 23h27
    aqui em bernardo sayao um vereador pedro dos santos esta vendendo gasolina clandestina no valor de 10,00 litro
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.