Tocantins, 20 de outubro de 2017 - Mira Jornal - 00:00

Estado

MPE apura se servidores da AL, indicados por deputados, não cumprem carga horária

04/10/2017 23h25

Denúncia relata que servidores não cumprem a jornada de trabalho Silvio Santos
Denúncia anônima relata que indicados de Carlesse, presidente da Casa, Toinho Andrade, Olyntho Neto e Wanderlei Barbosa não trabalhariam e só comparecem no dia de assinar o ponto; MPE investiga

O Ministério Público Estadual abriu um inquérito para apurar denúncia anônima de servidores em desvio de função, que ocupam cargos comissionados na Assembleia Legislativa do Tocantins. Conforme a denúncia, as pessoas foram indicadas pelos deputados Olyntho Neto (PSDB), Mauro Carlesse (PHS), presidente da Casa, Wanderley Barbosa (SD) e Toinho Andrade (PSD). O MPE informou que vai apurar o suposto ato de improbidade administrativa.

O denunciante relatou à promotoria que os cargos são indicações dos deputados, no entanto nenhum dos funcionários cumpriria a carga horária. “O coordenador do Patrimônio, indicado do Presidente, trabalha na fazenda e só vem aqui para assinar o ponto. Tem outro, que é o diretor da Polícia Legislativa, sendo este indicado do deputado Wanderley Barbosa, ocorre que este também nunca pisou os pés na Assembleia, e assim são muitos como o indicado do Deputado Olyntho Neto, que é do financeiro, e só vai lá assinar o ponto no final do mês, e a sobrinha do Deputado Toinho Andrade, que encontra-se lotada no Departamento Médico, e todos ficam respectivamente nos gabinetes dos deputados que o indicaram”, detalha a denúncia.

A denúncia não revela se os deputados sabiam da prática dos servidores, mas o MPE informou ainda que vai apurar e pediu que presidente da Casa de Leis, deputado Mauro Carlesse, seja notificado e apresente, no prazo de 10 dias, cópia da ficha cadastral funcional e financeira, cópia da folha de frequência e nome do chefe imediato dos servidores comissionados citados na denúncia.

AL diz que fornecerá todas as informações solicitadas pelo MPE

Em nota à imprensa nesta tarde, a AL negou a existência de servidores fantasmas e destacou que preza pela transparência.


A Casa de Leis ressaltou ainda que o Portal da Transparência disponibiliza ao cidadão todas as informações referentes à execução orçamentária, financeira e administrativa da Casa, além da lista de servidores com seus respectivos salários.
(Do T! TO)

Veja a nota na íntegra:

A Assembleia Legislativa nega a existência de servidores fantasmas nesta Casa de Leis, pois a atual gestão preza pela legalidade, moralidade e transparência. Mesmo assim, as denúncias, ainda que anônimas, serão apuradas; além disso, vai fornecer todas as informações solicitadas pelos órgãos de controle, fundamentais para a garantia da eficiência e eficácia dos recursos públicos.

Assembleia Legislativa do Tocantins
Diretoria de Comunicação

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Enquete

O Horário de Verão 2017/2018 teve início neste domingo, dia 15 de outubro, quando os relógios foram adiantados em uma hora nos estados: RS, SC, PR, SP, RJ, ES, MG, GO, MG, MS e DF. VOCÊ GOSTARIA QUE O TOCANTINS PARTICIPASSE DO HORÁRIO DE VERÃO ?

Mais vídeosVideo Mira

15 DE OUTUBRO DIA DOS PROFESSORES - Ao mestre com carinho - Homenagem para os Professores.

Comente

  • Dr.Cicero
    10/09/17 16h28
    Gostaria de aqui neste meio púbico homenagear um amigo que acaba de falecer.Gilberto da padaria,Gilberto do salgado,...
  • Miguel Ângelo Costa Lacerda
    29/08/17 17h23
    Além, bem antes e depois de mim há essa cidade com suas ruas e nomes sugestivos Rua Bela Vista, Rua Maranhão (que...
  • AOS MENSAGEIROS
    04/06/17 16h05
    ESTAMOS REDEFININDO O QUADRO 'BOCA NO TROMBONE'. TODAS AS MENSAGENS SERÃO PUBLICADAS, MAS SOMENTE APÓS O...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.