Tocantins, 23 de abril de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Carlesse fala em estabilidade político-administrativa e defende reformas do Governo

06/02/2019 06h00

Tharson Lopes/Governo do Tocantins O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf encaminhou a mensagem do governador Mauro Carlesse aos parlamentares em função da abertura dos trabalhos legislativos
O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf encaminhou a mensagem do governador Mauro Carlesse aos parlamentares em função da abertura dos trabalhos legislativos Tharson Lopes/Governo do TocantinsPara o governador, após as eleições suplementares de junho de 2018, sua administração empreendeu significativos esforços de redução dos gastos do Governo com pessoal

O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, leu nesta terça-feira, 5, a mensagem do governador Mauro Carlesse encaminhada aos parlamentares em função da abertura dos trabalhos legislativos. O texto destacou que a eleição de Carlesse trouxe estabilidade político-administrativa ao Estado e defendeu a realização das reformas que o Executivo estadual vem executando com objetivo de sanar as contas públicas.

“Encontrei muitos desafios e todos foram enfrentados com atitude e rápidas soluções, porque era preciso seguir ajustando as contas públicas e regularizando a prestação dos serviços para devolver, ao Estado, a estabilidade político-administrativa, de modo a recuperar a sua credibilidade e, assim, gerar as oportunidades de desenvolvimento”, disse trecho da mensagem.

Em outra parte do texto, o governador discorreu sobre a situação em que sua Gestão encontrou as finanças do Tocantins. “É preciso lembrar que essa caminhada de crise financeira do Estado, tendo como um dos maiores problemas o aumento das despesas com pessoal, não se formou há pouco tempo: desde 2013, o Tocantins não consegue se manter abaixo do limite máximo da LRF [Lei de Responsabilidade Fiscal]. Durante todo esse período, a única exceção é a de 2016, quando o ano fechou com 48,34%, graças à lei de repatriação”.

Para o governador, após as eleições suplementares de junho de 2018, sua administração empreendeu significativos esforços de redução dos gastos do Governo com pessoal.

“(...) Mas o cenário cobrava medidas mais duras com as contas públicas. Criei então o Grupo Executivo para Gestão e Equilíbrio do Gasto Público, com o dever de analisar, acompanhar, definir diretrizes e propor medidas para conter e reduzir os gastos e, ao mesmo tempo, buscar soluções para oferecermos ao Tocantins uma gestão por resultados, com melhor desempenho da gestão fiscal, estabelecendo as prioridades estratégicas de gastos e investimentos públicos”, complementou.

Dentre as ações citadas, o governador elencou o recolhimento dos veículos que ficavam à disposição dos órgãos e entidades; a revisão das locações de prédios privados; o retorno dos servidores efetivos cedidos aos seus órgãos de origem para reduzir a contração de pessoal substituto; a realização de estudos e o gerenciamento eletrônico de documentos, a desburocratização de procedimentos, a redução de compras de materiais de uso público, por meio de redução de desperdícios; a descentralização das unidades no interior do Estado e o adequamento de modo compartilhado; e a readequação das unidades escolares e de saúde de acordo com a demanda e a realidade de cada regional.

Conforme a mensagem de Carlesse, ao final de 2018, “após todas essas medidas citadas, o Poder Executivo reduziu as despesas em R$ 328 milhões, o que resulta em uma economia de 30%, se compararmos ao mesmo período do ano anterior, demonstrando o seu compromisso com a solidez fiscal”.

Reforma Administrativa

Ainda na mensagem enviada à Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse discorreu sobre a reforma administrativa, realizada no Estado, e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da última sexta-feira, 1° de fevereiro.

“Foram apresentadas três medidas provisórias, com o objetivo de continuar buscando o equilíbrio das finanças públicas, de melhorar a qualidade dos serviços prestados ao cidadão, tornar a máquina estatal mais eficiente, e, com a liberação das operações de crédito junto à STN [Secretaria do Tesouro Nacional], garantir a construção de obras vitais de infraestrutura nas mais diversas áreas, desde logística e transporte, como a ponte de Porto Nacional e rodovias estratégicas, até a saúde, com a construção dos Hospitais Gerais de Araguaína, Gurupi e a conclusão da ampliação do HGP [Hospital Geral de Palmas]”. 
(Da Secom TO/ Jesuino Santana Jr.)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2018

Íntegra do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2018, ocorrido em cidade-teatro situada no interior do estado brasileiro de Pernambuco.

Na peça, Renato Góes interpretou Jesus Cristo. Os atores Tonico Pereira (Anás), Rita Guedes (Madalena), Kadu Moliterno (Pilatos), Nicole Bahls (Herodíades) e Victor Fasano (Herodes) também fizeram parte do elenco.

O especial da Rede Globo Nordeste foi apresentado pelo Padre Marcelo Rossi.

Comente

  • José Professor
    12/04/19 09h31
    Pelo andar da carruagem, quase parando, as ações e serviços da Prefeitura novamente vão eleger um "salvador da...
  • José Professor
    09/04/19 17h03
    Só agora o TCE vai tomar providências? Este fato é uma notícia alarmante: "TCE vai apurar, em tomada de contas,...
  • José Professor
    06/04/19 17h12
    Com "nome sujo" 98% dos municípios têm veto para receber recursos federais. O percentual de municípios...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.