Tocantins, 16 de setembro de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Política

Câmara de Miracema realiza sessão nesta segunda (9) em clima de ‘inferno astral.

08/09/2019 15h59

Foto: DJ Léo Santana Mesa Diretora da Câmara de Miracema
Vereadores da bancada do prefeito acusam presidente de negligência e querem anular eleição da Mesa.

Após um ano e oito meses de uma perfeita harmonia, o parlamento municipal de Miracema do Tocantins vem convivendo com um ‘inferno astral’, a partir da posse do então vice-prefeito Saulo Milhomem/PRTB que substituiu o prefeito eleito com mais de 84% dos votos, Moisés Costa/MDB, assassinado dia 30 de agosto do ano passado.

A partir daí, a Câmara da primeira capital do Estado ficou dividida em duas bancadas: Situação, que apóia as medidas aplicadas pelo atual prefeito na administração municipal, formada pelos vereadores Pedro da Farmácia/PRB (Líder do prefeito na Casa), Cirilo Douglas/PRP, Branquinho do Araras/PT, Irmão Didan/PSB e Adilson do Correntinho/PV (Vice-presidente da Mesa); e Oposição, que não concordam com as ações do prefeito, que segundo eles, vão em desencontro aos ideais de Moisés Costa, prometidos em campanha, composta pelos edis Edilson Tavares/MDB (Presidente da Mesa), Natan Fontes/MDB (Secretário da Mesa), Maria Bala/PSL, Nasci da Ótica/PSD, Núbio Gomes/PSD e Dr. Ricardo Rocha/PSD.

Na última semana os cinco vereadores situacionistas, inclusive o atual vice-presidente, assinaram e protocolaram oficio pedindo o afastamento do presidente Edilson Tavares, acusando-o de negligência num suposto desvio estimado em R$ 320 mil que teria sido feito pelo então tesoureiro Marcelo Costa Gomes, cunhado de Moisés e filho do secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras do município e da diretora da Casa do Idoso – Centro de Convivência - de Miracema. Segundo assessores da Prefeitura, ambos encontram-se licenciados das funções.

De acordo com o presidente, todos os vereadores aprovaram a contratação do tesoureiro ainda em janeiro de 2017, quando teve inicio a legislatura, inclusive, conforme consta nos anais da Casa, com elogios e parabéns, de forma unânime na desenvoltura das finanças da Câmara Municipal, nos anos de 2017, 2018 e até maio de 2019, "Inclusive para este segundo biênio (2019/2020) quando me reelegeram presidente, mais uma vez por unanimidade, também aprovaram a continuação do tesoureiro no cargo, devido estarem satisfeitos com o exercicio de sua função", destacou Tavares..

Edilson disse ainda que sistematicamente realiza controle e auditoria interna nas contas da Casa e, assim como eles, foi pego de surpresa quando descobriu os desvios na última verificação feita com apoio do contador da Casa. “Assim que detectamos os fatos fiz questão de exonerar o tesoureiro e denunciá-lo a policia”, ressaltou.

Conforme apurado pelo mirajornal.com, caso a bancada que apóia o prefeito Saulo Milhomem tivesse maioria simples para aprovar a medida, seria formada uma Comissão para apurar os fatos e em seguida colocar em plenário para a deliberação final, necessitando então de maioria absoluta, com 2/3º dos onze vereadores da Casa.

Acresce ainda, conforme apuração do mirajornal.com com juristas especializados, todos os cinco vereadores situacionistas assinaram o documento já protocolado, portanto, para as votações recorrentes, o presidente Edilson Tavares e o vice-presidente Adilson do Correntinho, ficam impedidos de votar, já que um estaria como acusado e outro como beneficiado direto..
(Da redação/MIRA Jornal)
 

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

QUEM MATOU MOISÉS? (Um Ano Depois)


No dia 30 de agosto de 2018, o então prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés da Sercon, foi encontrado morto dentro de seu carro com um tiro na cabeça.

Inusitada Produções

Comente

  • José Professo
    12/09/19 09h34
    Incrível como os ditados antigos fazem eco até nos dias atuais. "Os iguais se protegem a todo custo doa onde...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h35
    Um ano sem um grande amigo Moisés, hoje tem a mesma pergunta Quem matou o Moisés? esta difícil de achar o culpado,...
  • Aílton Ferreira Araújo
    10/09/19 08h28
    Vai começar a caça aos pobre, não quero você, e sim o seu voto, e Miracema, tem muitos desses falsos políticos.
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.