Tocantins, 24 de janeiro de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Saúde

Governo retira tendas e dobra quantidade de leitos no Hospital Geral de Palmas

05/01/2018 12h20

Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins Obras para reforma e ampliação do HGP foram entregues pelo Governo do Tocantins
O 2º andar do Hospital Geral de Palmas corresponde a 2.900 m², conta com 96 leitos de internação e 48 quartos O Hospital de Referência de Alvorada recebeu obras de adequação, ampliação e a retomada do atendimento no Centro Cirúrgico

Um grande marco na administração do Governo do Tocantins no ano de 2017 foi ter colocado fim às tendas do Hospital Geral de Palmas (HGP). Com a inauguração das obras de reforma, mais duas alas com 192 leitos foram entregues, ampliando de 147 para 334 a quantidade total de leitos na maior unidade hospitalar do Estado. O 2º andar do HGP conta com 96 leitos de internação e 48 quartos. A entrega da obra promoveu maior conforto aos pacientes, acompanhantes e servidores atuantes na unidade. No 3º andar, foram instalados mais 96 leitos de internação. Ambos os ambientes são climatizados.

As inaugurações das obras do HGP colocam fim a um longo período, que se arrastava desde as gestões anteriores. “Estamos em um momento de humanização, vivendo a honra de poder inaugurar essa parte da obra, dentre tantas outras que ainda temos que entregar aqui no HGP”, ressaltou o governador Marcelo Miranda.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, o processo de ampliação do hospital segue pelos próximos meses, onde estão previstas a entrega de outro centro cirúrgico, ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensa (UTI) adulto e infantil, além de novas alas de emergência clínica e centro de trauma. “Concluídas estas obras no ano que vem, o Norte do Brasil vai ter um dos maiores hospitais públicos do País funcionando a pleno vapor”, afirmou.

A técnica em enfermagem, Maria Luisa Ferreira, viu as novas enfermarias como um local que irá beneficiar os pacientes e servidores. "É um espaço mais arejado, mais amplo. Fico feliz, pois proporcionará uma estrutura melhor para os pacientes e servidores", destacou.

Para a paciente Lucélia Oliveira do Nascimento, do município de Novo Alegre, o conforto do ambiente é o grande destaque. “As instalações novas têm ar-condicionado e está tudo ótimo. É muito importante esta inauguração, pois vai beneficiar outros pacientes", disse.

Além da conclusão de parte da reforma do HGP, outras ações também marcaram a gestão do Governo na área da Saúde tocantinense no ano de 2017, como a entrega do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (IntegraSus), a realização do mutirão de Cirurgias Ortopédicas, a entrega de reformas de unidades hospitalares no interior do Estado e a regulagem do estoque de medicamentos e insumos.

Ainda no HGP, o Governo inaugurou, no mês de março de 2017, o Banco de Olhos do Tocantins, formado por uma equipe multidisciplinar e com estrutura que permite a abordagem, a captação, o preparo e o armazenamento de córneas para transplante. Equipe identifica os potenciais doadores e aborda familiares na busca do consentimento pela doação.

IntegraSus

Inaugurado em 2017, o Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde Tocantins) funciona dentro da Secretaria de Estado da Saúde. Nele, estão centralizadas informações coletadas de todos os segmentos da saúde para que sejam tratadas, analisadas, disponibilizadas e sirvam de subsídio para que técnicos possam coordenar, com mais precisão, as ações do Sistema Único de Saúde (SUS) no Tocantins.

Esse foi o 2º Centro implantado no Brasil e ele é responsável por monitorar em tempo real os indicadores de saúde. Durante a inauguração, também foram entregues, pelo governador Marcelo Miranda, veículos e ambulâncias a vários municípios tocantinenses.

Mutirão de Cirurgias Ortopédicas e Exames Noturnos

O Mutirão de Cirurgias Ortopédicas no HGP atendeu a pacientes que estavam na lista de cirurgias eletivas ortopédicas do Serviço de Regulação do Estado. Eles tiveram a oportunidade de passar por procedimento cirúrgico de alta complexidade de quadril e joelho, por meio de parceria entre o Governo do Tocantins e o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into).

Com relação às cirurgias ortopédicas de baixa, média e alta complexidade, o Estado cumpriu e superou o número de 128 pacientes acordado em audiência realizada dia 14 de junho de 2017, com a Defensoria Pública do Estado (DPE).

As cirurgias ocorreram nas unidades hospitalares de médio porte do Estado de Porto Nacional, Paraíso e Miracema, além do HGP, num total de 373 pacientes de julho a agosto. No mês de setembro, foram realizadas 329 cirurgias ortopédicas nestes quatro hospitais sendo 32 eletivas no HGP, já da iniciada Força Tarefa acordada em juízo.

Já o Exame Noturno, realizado no HGP, a pacientes oriundos de 126 municípios do Tocantins que estavam na fila de espera para realização de exames de alta complexidade, ocorreu entre os dias 3 de agosto e 21 de setembro. O objetivo foi reduzir o tempo de espera, promover o diagnóstico preciso e precoce, em alguns casos, e acelerar o tratamento.

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, foram realizados 1.931 exames, sendo 358 tomografias, 611 ressonâncias e 962 mamografias a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Para realização dos procedimentos, o Governo ajudou os pacientes com o deslocamento até a Capital. Segundo o setor de Regulação da Saúde, eram esperados 3.124 pessoas, que constavam nos sistemas dos municípios, mas nem todos compareceram.

Hospitais Regionais, Catracas Biométricas e UTI Pediátrica

Além das ações citadas acima, são também destaques na gestão de Marcelo Miranda, na área da Saúde, a entrega de mais de 80 leitos nos hospitais de Paraíso e Porto Nacional; reforma de ampliação do Hospital Regional de Augustinópolis (HRA); instalação de equipamento de raios-x no Hospital Regional de Xambioá (HRX); entrega da obra de adequação e ampliação e retomada do atendimento no Centro Cirúrgico do Hospital de Alvorada; retorno do atendimento médico 24 horas no Hospital de Dianópolis; reforma do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) II, em Araguaína; entrega de ambulâncias; e entrega de leitos para UTI.

Com o objetivo de adotar um sistema mais rígido de segurança e controle de entrada e saída dos servidores e usuários, o Governo do Tocantins instalou catracas biométricas e câmeras de segurança nas 18 unidades hospitalares e nos anexos da Secretaria de Estado da Saúde no mês de agosto.

“A partir de agora, conseguiremos ter uma maior eficácia nas escalas dos plantões, porque teremos como garantir que o profissional cumpriu sua jornada do início ao fim”, argumentou o diretor administrativo do Hospital Geral de Palmas (HGP), Leonardo Toledo.

Outra ação da gestão é o investimento no valor de R$ 568.014,47 em mais dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica que serão instalados em Araguaína, no Hospital Municipal Eduardo Medrado.

Ainda em Araguaína, foi inaugurada a Casa Divina Providência de acolhimento a gestantes, bebês e puérperas. O local, mantido pelo Hospital Dom Orione, atende uma reivindicação de 2013, onde o Estado assinou convênio para implementação da Rede Cegonha, do Ministério da Saúde, que visa assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério.

Estoque de Medicamentos e Insumos

Uma notícia bastante positiva para os pacientes e usuários do serviço público de Saúde foi o fato de o Governo ter regulado a compra de medicamentos e materiais nas unidades hospitalares de todo o Estado. Quando assumiu a gestão, o governador Marcelo Miranda encontrou os estoques com apenas 50% de abastecimento. Atualmente, esse número saltou para 85%, com previsão de alcançar 90% ainda no final do ano.

Isso aconteceu em razão de do governador ter determinado, em 2015, quando assumiu o Governo do Tocantins, a implantação de um sistema de padronização de medicamentos, que por meio da série histórica do consumo de cada hospital possibilita a compra correta, evitando atraso e gerando economia.

“Nós já estivemos aqui antes e a situação era bem diferente. Atualmente, o que vemos é resultado de planejamento e de comprometimento de toda equipe da Saúde. Nos próximos meses a meta é chegar a 90% de abastecimento e isso é motivo para nos alegrar, porque tudo isso resulta no bom atendimento ao paciente”, afirmou o governador Marcelo Miranda.

Saúde Infantil

No mês de abril, o Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR) realizou o primeiro implante de marca-passo em bebê. O procedimento de alta complexidade do hospital foi um sucesso. Na ocasião, a menina de 26 dias, Ayla Vitória Silva da Conceição, nasceu com bloqueio atrioventricular congênito, ou seja, com frequência cardíaca de 40 bpm, bem abaixo do que é considerado normal: de 110 a 120 bpm. A menina, que mora com os pais em Araguaína, região norte do Estado, leva atualmente uma vida normal.

Já no Hospital Infantil Público (HIP), foi realizado o 11º Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança. Ao todo, 25 crianças foram atendidas, com 30 procedimentos cirúrgicos entre hernioplastias inguinal e umbilical, orquidopexia e postectomia. Os procedimentos foram realizados pelo Serviço de Cirurgia Pediátrica do HIP, composto pelos cirurgiões pediátricos.

Ainda na área da saúde infantil, mais de 20 crianças que estavam na lista do Serviço de Regulação Estadual para realização de cirurgias eletivas foram beneficiadas em ação que ocorreu no Hospital Regional de Augustinópolis (HRA). O hospital realizou o 1º Mutirão de Cirurgia Pediátrica da unidade e beneficiou pacientes de 9 meses a 12 anos, referenciados de 24 municípios, com o total de 23 procedimentos.  
(Da Secom TO/Jesuino Santana Jr)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

CULTURAS MISTURADAS ? / TOCANTINS

Comente

  • Emylia alyne o. samtos
    20/12/17 14h28
    PARABÉNS Sr. Moisés Costa pelo pagamento do 13 salario dos serviodes. Edem
  • Dr.Cicero
    10/09/17 16h28
    Gostaria de aqui neste meio púbico homenagear um amigo que acaba de falecer.Gilberto da padaria,Gilberto do salgado,...
  • Miguel Ângelo Costa Lacerda
    29/08/17 17h23
    Além, bem antes e depois de mim há essa cidade com suas ruas e nomes sugestivos Rua Bela Vista, Rua Maranhão (que...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.