Tocantins, 07 de julho de 2020 - Mira Jornal - 00:00

Policia

Polícia cumpre mandado em chácara de grupos extremistas no DF e apreende fogos de artifício e cofre

21/06/2020 08h59

Foto: Reprodução/Twitter A apoiadora do presidente Jair Bolsonaro Sara Giromini defende o armamento da população e já publicou nas redes sociais fotos com revólveres
Integrantes são investigados por milícia privada, ameaças e porte de armas. Mandado de busca e apreensão foi cumprido em Vicente Pires na manhã deste domingo (21).

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou, na manhã deste domingo (21), uma operação contra três grupos de extremistas que apoiam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os integrantes do grupo são investigados por milícia privada, ameaças e porte de armas.

Foto: PCDF/Divulgação

Polícia Civil aprende facão, fogos de artifício e cofre em chácara de grupo extremista em Brasília 

Grupo de apoiadores de Bolsonaro lança fogos de artifício contra o prédio do STF
Ministério Público pede investigação sobre atuação da PM durante ato em que grupo atirou fogos de artifício contra STF
Policiais da Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor), aprenderam fogos de artifício, anotações com planejamentos de ações e discursos, cartazes, celulares, um facão, um cofre, e outros materiais destinados a manifestações.

De acordo com a Cecor, o mandado de busca e apreensão foi cumprido em uma chácara na região de Vicente Pires. No local duas casas eram usadas como base de apoio dos grupos. Conforme os investigadores, barracas também estavam instaladas no imóvel.

Chefe do grupo presa
A chefe do grupo de extrema-direita, Sara Giromini está presa desde o início da semana passada por ordem do ministro Alexandre de Morais, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Alexandre de Moraes prorroga prisão de extremista Sara Giromini
Um dos elementos que pesam contra o grupo de Sara é a movimentação pela captação de recursos para atos antidemocráticos, inclusive, a partir de uma vaquinha online para financiar as ações.

Na última sexta-feira (19), o ministro do STF, prorrogou por mais cinco dias a prisão da extremista Sara Giromini. Ela está detida desde a última quarta-feira (17), na Penitenciária Feminina de Brasília, conhecida como Colméia.

Além de Sara, tiveram a prisão provisória prorrogada outras cinco pessoas que também tiveram a prisão decretada no começo da semana passada.
(Do G1 DF/Afonso Ferreira)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

CASO QUEIROZ: O QUE SE SABE ATÉ AGORA E ATÉ ONDE AS INVESTIGAÇÕES PODEM CHEGAR

Com a prisão de Fabrício Queiroz, dia18, no sítio de Frederick Wassef em Atibaia, as investigações envolvendo o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro entram em uma nova etapa. Os repórteres Flávio Costa e Herculano Barreto Filho contam o que se sabe até agora sobre o caso e quais rumos essa investigação pode tomar.

Comente

  • Jorge Brás
    12/06/20 01h15
    quantos desmandos se vê por ai e ninguém faz nada. Festinha em fazendas, churrasco em chácara e tá tudo bem.
  • José Professor
    10/06/20 10h02
    Posso até estar errado na minha maneira de pensar ao constatar que grande parcela da população é imune a ÉTICA e...
  • Hevandro Carvalho
    08/06/20 12h04
    Gostaria que o site pudesse fazer uma reportagem sobre a história dos vice-prefeitos de Miracema.é possivel caro editor?
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.