Tocantins, 18 de novembro de 2018 - Mira Jornal - 00:00

Estado

NOTA AO POVO TOCANTINENSE

07/06/2018 11h12


NOTA AO POVO TOCANTINENSE

Ao lamentar a postura do candidato derrotado Marlon Reis que nos acusou de ter se apropriado da sua imagem para pedir votos a seus eleitores, a Coligação A Vez dos Tocantinenses faz os seguintes esclarecimentos:

1) Em nenhum momento foi utilizada a imagem do candidato no vídeo da coligação.

2) O candidato foi citado apenas de forma positiva ao ser qualificado como ficha limpa, assim como Vicentinho Alves, como comprovam todas as certidões apresentadas à Justiça Eleitoral.

3) Cabe lembrar aqui que o candidato Vicentinho Alves, como deputado federal, participou das sessões da Câmara dos Deputados e votou pela aprovação da Lei Complementar 135/2010, Lei da Ficha Limpa, em sete votações realizadas em plenário.

4) É absolutamente legítimo e democrático um candidato vencedor pedir os votos e apoio político aos eleitores dos candidatos derrotados no primeiro-turno, razão da existência da eleição em dois turnos.

5) Na condição de ex-juiz, Marlon Reis ignorou o princípio da presunção de inocência ao fazer acusações falsas contra Vicentinho.

6) Marlon ainda agiu de forma preconceituosa e praticou exatamente o que condena na política tradicional: a tutela dos eleitores.

Por fim, a Coligação esclarece ainda que produziu o mesmo conteúdo para os eleitores dos candidatos Carlos Amastha, Mário Lúcio Avelar, Kátia Abreu e Marcos Souza por entender que são tocantinenses e aos quais cabe a decisão sobre o destino do Tocantins. A Coligação vai tratar o episódio como caso encerrado para se concentrar nas propostas para salvar o Tocantins.

Agradeço a atenção e coloco-me à disposição.




   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

ONU Brasil lança documentário sobre o Dia da Consciência Negra

Considerado o maior herói negro nacional, Zumbi dos Palmares é figura presente na história do Brasil. O dia 20 de novembro, feriado nacional, é um convite para relembrar a luta pela libertação dos escravos e para refletir sobre os avanços e desafios da população negra no Brasil. Confira neste documentário, parte da Década Internacional de Afrodescendentes da ONU.

Comente

  • José Oliveira Martins
    17/10/18 09h17
    Não sei se cabe aqui minha pergunta. Outrossim vou perguntar: "Como se encontram as investigações do assassinato...
  • Dona Zilma
    08/09/18 18h40
    poise ze carlo moisés em pouco tempo fez muto por miracema, a policia p´recisa logo descobrir quem fez isso, o senhor...
  • Joel da Silva
    12/08/18 10h02
    Parabéns prefeito moisés, por não dar a desculpa q não faz nada porque tava arrumando a casa. Foi lá e fez
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.