Tocantins, 23 de abril de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Brasil

Gilmar Mendes é investigado pela Receita por "possíveis fraudes de corrupção"

09/02/2019 10h25

Rosinei Coutinho/SCO/STF Ministro Gilmar Mendes durante sessão extraordinária do Supremo Tribunal Federal (STF)
Auditores viram 'indício de lavagem de dinheiro' em evolução patrimonial da mulher do ministro do STF; Gilmar acionou PGR e Toffoli contra investigação

A Receita Federal abriu procedimento para investigar "possíveus fraudes de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência" envolvendo o minsitro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.


A análise fiscal alcança também a mulher de Gilmar Mendes , a advogada Guiomar Mendes, e é conduzida pela Equipe Especial de Fraudes da Receita. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (8) pela coluna Radar, da revista Veja .

Segundo a publicação, o procedimento teve início após um relatório de maio do ano passado apontar variação, no ano de 2015, de R$ 696 mil no patrimônio de Guiomar sem que houvesse explicação para tanto. Esse relatório concluiu que havia ali "indícios de lavagem de dinheiro".

À coluna da Veja , Guiomar Mendes se disse "dominada por profunda perplexidade e indignação" por conta da investigação e assegurou que sua atuação profissional "sempre se pautou pelo respeito às instituições e àqueles que as integram e pela observância aos valores éticos e morais inerentes ao exercício da advocacia".

"Não bastassem as minhas palavras, coloco à sua disposição as Reuniões de Contas do escritório que me dizem respeito, com a devida relação dos processos em que atuei e respectivos valores recebidos, bem como movimentação bancária e declarações de rendimentos apresentadas junto à Receita Federal com discriminação detalhada de bens e valores absolutamente compatíveis com os ganhos que obtive”, declarou a advogada.

Gilmar também reagiu à abertura do procedimento investigatório. O ministro do STF peticionou à Procuradoria-Geral da República (PGR) e à própria Receita para manifestar seu "estranhamento" e "pronto repúdio" ao que classificou como "abuso de poder por agentes públicos para fins escusos, concretizado por meio de uma estratégia deliberada de ataque reputacional a alvos pré-determinados".

"Tal estratégia revela-se clara no presente caso, em que ilações desprovidas de qualquer substrato fático são feitas não apenas em relação a minha pessoa, mas em relação a todo o Poder Judiciário nacional”, disse o magistrado.

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo , Gilmar Mendes também cobrou "providências urgentes" do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, para apurar a ação dos auditores fiscais que deram início à investigação "sem nenhum fato concreto" a justificá-la. A reportagem do iG solicitou posicionamento à assessoria de Gilmar, mas não obteve retorno até o momento.
(Do Último Segundo - iG)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2018

Íntegra do espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2018, ocorrido em cidade-teatro situada no interior do estado brasileiro de Pernambuco.

Na peça, Renato Góes interpretou Jesus Cristo. Os atores Tonico Pereira (Anás), Rita Guedes (Madalena), Kadu Moliterno (Pilatos), Nicole Bahls (Herodíades) e Victor Fasano (Herodes) também fizeram parte do elenco.

O especial da Rede Globo Nordeste foi apresentado pelo Padre Marcelo Rossi.

Comente

  • José Professor
    12/04/19 09h31
    Pelo andar da carruagem, quase parando, as ações e serviços da Prefeitura novamente vão eleger um "salvador da...
  • José Professor
    09/04/19 17h03
    Só agora o TCE vai tomar providências? Este fato é uma notícia alarmante: "TCE vai apurar, em tomada de contas,...
  • José Professor
    06/04/19 17h12
    Com "nome sujo" 98% dos municípios têm veto para receber recursos federais. O percentual de municípios...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.