Tocantins, 25 de setembro de 2020 - Mira Jornal - 00:00

Esporte

Soró assume a Superintendência de Esportes do Tocantins

16/01/2020 12h25

Foto: Divulgação Sergio Vieira Marques, mais conhecido como Sóro.
Atleta, político e ativista do esporte. Este é Sergio Vieira Marques, mais conhecido como Soró, apelido que ganhou nos anos 80 devido à semelhança com o personagem de uma novela de televisão que fazia sucesso na época interpretado pelo ator Arnoud Rodrigues.

Soró é natural de Santa Filomena, pequeno município que fica às margens do rio Paranaíba, no Sul piauiense. Mudou-se com a mãe e outros membros da família para o antigo Norte-goiano no início do ano de 1983. “Em Gurupi moravam alguns de meus irmãos mais velhos. Minha mãe então resolveu que viríamos para cá”, recorda Soró.

Jovem, recém-saído da adolescência, Soró matriculou-se no Colégio Bernardo Sayão; “onde estudava a elite da cidade”, diz. “Fui me entrosando aos poucos. Passei a ser conhecido quando me inscrevi nos jogos internos do colégio. Ao vencer as corridas das quais participei me tornei popular; logo me inscreveram na equipe de atletas da escola e este foi o começo da carreira como atleta profissional”, afirma.

Força no esporte e na política

Entre a fase amadora e a profissional, Soró correu representando Gurupi e o Goiás/Tocantins entre os anos de 1983 e 1997. Venceu inúmeras corridas. “Ganhei muitos prêmios, era convidado como atração em festas de aniversário das cidades na região, participei em várias edições da corrida de São Silvestre, atuei na Associação dos Corredores de Gurupi, entusiasmei muitos jovens a entrar para o esporte”, enfatiza Soró. A popularidade como corredor e a forte atuação entre os aficionados pelo esporte projetou o atleta junto à comunidade.

Em 1996 disputou uma cadeira na câmara de vereadores de Gurupi. Foi o mais votado. “Sempre tive gosto pela política, pois aprendi com as lideranças que acompanhei durante toda a minha vida que dá para fazer muito pelas pessoas quando se trabalha com carinho e responsabilidade. Fazer política, a boa política, é uma missão que cumpro com muito amor”, acrescenta Soró.

Exerceu dois mandatos como vereador. Depois foi Secretário municipal dos Esportes em Gurupi, na gestão do prefeito Laurez Moreira. Neste cargo atuou na finalização de importantes aparelhos públicos para o esporte e o lazer, tais como o Centro Olímpico da cidade e praças esportivas distribuídas pela cidade. “Fizemos muitos eventos, providenciamos estrutura para a prática esportiva nas mais diversas categorias”, diz.

Durante a campanha suplementar que elegeu Mauro Carlesse, e depois, na eleição regular, Soró coordenou os trabalhos do grupo em toda a região Sul do Estado. A atuação diária com lideranças e eleitores de 20 municípios foi elogiada tanto por quem estava acima na estrutura, quanto pelos que lidaram com Soró no dia a dia da campanha.

O desempenho rendeu a Soró o convite para integrar a equipe da Superintendência de Esportes, atuando diretamente na cidade de Gurupi, onde acontecem obras importantes, tais como a reforma do Ginásio de esportes, que está interditado por questões de falta de segurança há tempos, e que somente na atual gestão do Governo teve as obras iniciadas. Além do Ginásio Idanizete de Paula, Soró vem coordenando obras de reestruturação no Estádio Resendão.

A dedicação do ex-atleta Soró rendeu-lhe neste início de ano o convite para assumir o órgão máximo de gestão esportiva na estrutura do Governo, a Superintendência de Esportes, e a nomeação foi publicada nesta quarta-feira (15), a contar de quinta (16). A Superintendência é ligada à Secretaria da Educação do Estado. Durante a tarde desta quarta-feira (15) Soró encontrou-se com a Secretária de Educação, Adriana Aguiar.
(Do Portal Cock1)

  

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Mais vídeosVideo Mira

Escafandrista de Esponjas - Paulio Celé

Música vencedora do I Festival da Canção de Ilha Bela em 04 de setembro de 2020.

Escafandrista de Esponjas
(Música e Letra - Paulio Celé)

Composição em homenagem ao povo negro, aos caiçaras de IlhaBela, às tribos indígenas que já foram dizimadas do nosso país e à todos as guerreiras e guerreiros que sofreram todas as violências da colonização. 




Comente

  • José Professor
    24/09/20 10h49
    É uma vergonha sem precedentes que dos ONZE ministros do STF só dois foram Juízes de Carreira. O restante é um...
  • José Professor
    21/09/20 18h31
    Nem bem "pingou" água de uma simples "manga de chuva" e já foi o bastante para a...
  • AILTON FERREIRA ARAUJO
    17/09/20 08h02
    Kkkkkk....José Professor, tem nego que ja comprou mão de plástico pra ficar fixa e levantada.....kkkkk...tem cada...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.