Tocantins, 21 de maio de 2019 - Mira Jornal - 00:00

Estado

Manifestação e protesto na Câmara de Palmas

22/04/2019 14h28

Comissão de Aprovados no Concurso da Câmara de Palmas 2018 realizam manifestação e protesto por nomeações de aprovados na quinta, 25

A Comissão dos candidatos aprovados no concurso da Câmara Municipal de Palmas 2018 organizam uma manifestação na
Casa de Leis para esta quinta-feira, 25, às 9h. O objetivo é cobrar a nomeação de candidatos que possuem direito subjetivo à nomeação, uma vez que nem todos os 44 candidatos nomeados em janeiro desse ano tomaram posse, pois 5 candidatos não tomaram posse e há uma determinação da Justiça para equiparação do número de comissionados e concursados em 50% e 50%, tendo em vista que atualmente a casa conta com 307 servidores em Comissão e apenas 84 servidores efetivos.

De acordo com a Comissão dos aprovados, não tomaram posse os candidatos nomeados em janeiro desse ano para os cargos de Auxiliar de Serviços Gerais (1), Assistente de Compras (1), Analista de Sistemas (1), Controle Interno (1) e Consultor Parlamentar (1) e, por isso, os próximos da lista de aprovados possuem direito subjetivo a nomeação e devem ser chamados para assumirem os respectivos cargos que encontram-se vagos, respeitando a ordem de classificação.

Além disso, os candidatos buscam saber quais providências o Presidente da casa já tomou ou irá tomar no próximos dias a fim de dar cumprimento a determinação judicial do Juiz de Direito Dr. Rodrigo da Silva Perez de Araújo da 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos da Comarca de Palmas no dia 21 de janeiro desse ano nos autos nº 0013520-34.2018.827.2729 que obrigou a Câmara Municipal reduzir a quantidade excessiva de servidores comissionados até o dia 1 de agosto deste ano, nos seguintes termos "Como visto, resta indene de dúvidas que a submissão a concurso público constitui regra para o provimento de cargos dentro da estrutura da Administração, excepcionados os cargos de provimento em comissão, impondo-se, contudo, a observância da proporcionalidade entre o número de cargos de provimento efetivo e o de comissionados, de modo que estes não podem superar em quantia o número de servidores efetivos então existentes. determino à Câmara Municipal de Palmas do Estado do Tocantins que promova redução do número excessivo de cargos de provimento em comissão na proporção de 50%, à razão de 50% para cargos de provimento efetivo, até o prazo de 01.08.2019, realizando as exonerações necessárias".
(Ascom Ricélio Paz)

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.

Enquete

NA SUA OPINIÃO, QUAL VEREADOR DE MIRACEMA, COMO 'AGENTE FISCALIZADOR E LEGISLADOR', MELHOR CONTRIBUI PARA O DESENVOLVIMENTO DO MUNICÍPIO ?

Mais vídeosVideo Mira

PALMAS, 30 ANOS ! - Palmas história dos primeiros 4 anos

DOCUMENTÁRIO - PALMAS  -  Os primeiros 4 anos: 1990/1994 - Por Sidinei Madalena

Comente

  • Andreia Nunes
    18/05/19 09h50
    O *Hospital de referência de Miracema do Tocantins* têm recepcionado as mudanças do mesmo de forma, vultosa e...
  • Ana Alice
    15/05/19 19h27
    Projetos renováveis estão sempre buscando atender a nossa comunidade Miracemense , contribuindo bastante para que...
  • Pedro Neto
    15/05/19 09h40
    A falta de representatividade é a chave para entender o descontentamento com a política.Transformar um cenário local,...
VER TODOS OS COMENTÁRIOS

Jornal Impresso

Em Breve
2010 c Mira Jornal. Todos os direitos reservados.